Fotografia: como começar?

por | mar 15, 2018 | Fotografia, Fotografia Autoral, Profissão Fotógrafo

Muitas pessoas nos procuram demonstrando muito interesse em viver de fotografia. Sempre recebemos e-mails pedindo para explicarmos um pouco sobre a profissão: do que se trata, faculdades, cursos, salário, grau de estabilidade, áreas de atuação, quais equipamentos comprar para começar etc. Acreditamos que essas são as dúvidas mais comuns daqueles que pretendem estudar fotografia ou trabalhar com fotografia. O melhor conselho que temos para você é: antes de querer se tornar um fotógrafo profissional, produza fotografias por prazer e se especialize.

Antes de mais nada, precisamos entender o significado de fotógrafo. O fotógrafo cria imagens fotográficas de acontecimentos, pessoas, paisagens, objetos e outros temas, em branco e preto ou coloridas, utilizando câmeras e acessórios e desenvolve efeitos gráficos em imagens.

Portanto, se você deseja se tornar um profissional da fotografia, você precisa ter domínio sobre câmeras fotográficas, lentes, filmes, técnicas de revelação e ampliação, tratamento de imagens analógicas e digitais, fotometria, teoria das cores, composição, enquadramento, foco, iluminação, entre muitos outros. Além disso, o fotógrafo precisa trabalhar a sua criatividade, os seu processo criativo, o seu senso crítico, a sua sensibilidade artística e, principalmente, o seu olhar sobre o mundo.

A fotografia é uma excelente opção de carreira para quem quer trabalhar com arte e criatividade. É uma das poucas áreas profissionais onde idade e faculdade não são tão importantes quanto um bom olhar fotográfico, um produto de qualidade e autodisciplina. Mas a fotografia é uma área muito competitiva, então é importante se preparar, desenvolver um olhar fotográfico diferenciado, aperfeiçoar sua técnica e criar um portfólio de cair o queixo.

É isso mesmo, a fotografia é uma área versátil e com um amplo mercado de atuação, indo da moda e das artes até o fotojornalismo e a fotografia publicitária. Se você sempre gostou de fotografar e deseja apostar em uma profissão mais autônoma e com infinitas possibilidades de trabalho, a fotografia é uma opção interessante.

Neste artigo vamos dar algumas dicas de como começar sua carreira como fotógrafo. Pronto para a decolagem?

1. Desenvolva suas habilidades fotográficas

Não há “caminho certo” ou “caminho errado” para se tornar um fotógrafo melhor, mas é fato que uma boa formação é essencial. Muitos pensam que um curso de fotografia garante apenas um certificado, mas saiba que um bom curso vai muito além do certificado, ele te proporciona uma formação sólida. Afinal, todo o conhecimento adquirido é baseado nos conhecimentos e nas habilidades de professores qualificados e atuantes no mercado.

Um bom curso também proporciona contato com as técnicas mais recentes utilizadas no mercado fotográfico. Mesmo os profissionais já atuantes na área da fotografia podem se beneficiar de um curso de fotografia. – Mas qual a vantagem nisso? Não é melhor estudar sozinho? – Quem faz um bom curso de fotografia tem uma excelente base artística, técnica e profissional.

Um curso também auxilia no desenvolvimento do raciocínio crítico, o que pode ser um diferencial em sua carreira e em sua vida. Por isso é bom avaliar o conteúdo programático do curso e optar por uma formação que vise capacitar o aluno para compreender a área técnica e artística da fotografia, o curso também deve oferecer conhecimentos na área de produção e análise de imagens fotográficas.

Além de fomentar a criatividade e a inovação, o curso deve proporcionar ao aluno conhecimento e domínio de diferentes ambientes e softwares, bem como técnicas de utilização dos mais variados equipamentos fotográficos. Além disso, o curso deve auxiliar o aluno no desenvolvimento de habilidades na gestão de negócios, a capacidade de trabalhar com pessoas, resolver conflitos e ter contato com os nichos de mercado.

Fazendo um curso de fotografia você terá contato com diferentes disciplinas que vão te oferecer diversas habilidades e capacidades, o que fomentará o seu espírito empreendedor. E por fim, ao optar por estudar fotografia, seja você um profissional já atuante ou alguém que deseja entrar no mercado de trabalho fotográfico, você têm a vantagem de obter o certificado como fotógrafo. O que abre um bom leque de opções em sua carreira.

2. Obtenha o equipamento apropriado

Para se lançar no mercado de trabalho, você pode começar com uma câmera DSLR de entrada, pode ser Nikon, Canon ou qualquer outra marca, não importa. Considere também adquirir ao invés de uma DSLR, uma mirrorless, esse tipo de câmera tem sido muito utilizado e tem feito a cabeça dos fotógrafos profissionais.

Para te ajudar a escolher sua câmera, você pode ler mais sobre esse assunto no artigo que escrevemos sobre QUAL CÂMERA COMPRAR, ele está disponível em nosso site na aba dicas. Se possível, você também deve investir em uma lente clara, como a 50mm.

As lentes são muitas vezes um investimento mais importante do que os corpos das câmeras, pois podem ser reutilizados se você comprar uma nova câmera e geralmente proporciona um salto maior na qualidade da imagem. Essa lente já é suficiente para começar e a aquisição de outras lentes pode ficar para o futuro, quando você já souber qual será o seu nicho de atuação, o curso lhe ajudará nesse ponto.

Você também precisará de um software de edição de fotos de qualidade e de equipamentos adicionais para iluminação ou para fazer um estúdio em seu Home Office. Mais isso vai depender da sua especialização fotográfica.

3. Considere comprar equipamentos usados

Ter equipamentos de qualidade é importante para a produção de fotos de alta qualidade, mas você não precisa investir todas as suas economias em equipamentos novos e de alta qualidade antes de começar sua carreira. Você pode comprar equipamentos usados ​​em boas condições de uso, pode comprar modelos mais antigos com desconto após o lançamento de um novo modelo.

cameras antigas como fotografar cameras analógicas

E você pode ainda alugar equipamentos ou até pedir emprestado para um amigo ou familiar, até ter certeza do caminho que deseja seguir.

4. Domine a sua câmera

Antes de agendar sua primeira sessão de fotos paga, você deve conhecer cada configuração, mensagem de erro e peculiaridade da sua câmera. Você deve saber trocar as lentes com os olhos fechados. Leia o manual da sua câmera de frente para trás. O manual lhe dará muitos detalhes sobre os recursos e sobre as funções da sua câmera. Estude fotografia, domine as técnicas fotográficas e artísticas, desenvolva um bom olhar fotográfico, tenha um diferencial.

Para se tornar realmente proficiente, pratique muito em casa. Experimente com luz e sombra, tente configurações diferentes em sua câmera e aprenda os prós e contras de tirar fotos com o seu equipamento. O curso fará total diferença no manuseio da sua câmera.

5. Mantenha-se atualizado

Pegue livros, revistas e artigos on-line e mantenha-se informado sobre as novidades tecnológicas, dicas e truques que pode produzir com sua câmera. Dessa forma você pode aprender novas maneiras de usar sua câmera e lentes para criar excelentes fotos.

6. Aprenda a usar o software de edição

O tratamento digital das imagens fotográficas usando softwares de edição é indispensável nos dias atuais. Todo fotógrafo profissional ou amador utiliza algum programa de manipulação para melhorar suas imagens. Mesmo as suas melhores fotos podem precisar de uma pequena edição. Usar um software de edição de qualidade pode transformar suas fotografias para melhor.

No entanto, tenha cuidado com os efeitos especiais excessivos; seus clientes podem não gostar de fotografias que sejam excessivamente estilizadas ou editadas. Se você quiser aprender a tratar suas fotos com perfeição sem correr o risco de cometer deslizes ou tratamentos de mau gosto, opte por um curso de fotografia que possua um módulo dedicado à um software de edição, isso fará toda a diferença em sua carreira.

Em nosso curso completo, ensinamos não só a utilizar as ferramentas dos programas de edição de imagens, mas também damos orientações de como fazer esses ajustes da melhor maneira e ajudamos o aluno a desenvolver um bom senso estético para fazer fotos com requinte. Coisa que não se aprende no YouTube, pois só a assessoria de um bom professor pode orientar o aluno para um trabalho de qualidade.

7. Crie um portfólio

Para ser contratado por alguém que não é um familiar próximo ou um amigo, você precisa ter um portfólio para mostrar. Use fotografias de diferentes trabalhos para mostrar variedade ao seu cliente. Seu portfólio deve ser composto por mais de cinco ou dez fotos. As pessoas vão querer ver fotos dos excelentes trabalhos que você realizou.

Se você precisa completar o seu portfólio, você pode contratar modelos amadores em agências da sua cidade. Ou fazer permutas, oferecendo um ensaio em troca de modelagem gratuita.

8. Encontre seu nicho

Experimente várias áreas da fotografia antes de escolher a sua predileta, isso lhe dará experiência. Por exemplo, você pode fazer fotografia de eventos, fotografia de casamento, fotografia infantil até encontrar a sua área de atuação e especialização. Outro ponto importante, é você fazer uma análise aprofundada sobre os seus gostos e descobrir o seu motivo fotográfico, encontrar o seu espaço, encontrar aquilo que faz o seu coração vibrar.

Não adianta você escolher casamento por ser uma área mais visada na fotografia se você não é romântico ou se não gosta de participar de eventos como esse… é importante que você encontre algo que te faça ter prazer em acordar cedo ou ir dormir muito tarde, ou ter que editar 2000 fotografias sobre o assunto depois…

Tivemos uma aluna que demorou muito para se encontrar na fotografia, teve experiências em várias áreas da fotografia, mas foi na fotografia de parto que ela encontrou o seu espaço, que ela se sentiu realizada. Então se acalme, preocupe-se primeiro em fortalecer a sua formação técnica e artística, depois viva todo o tipo de experiência possível e só depois preocupe-se em escolher o seu nicho e se especializar nele.

Gostou das dicas? Agora você já sabe como começar! Desça a página e deixe um comentário aqui embaixo para contar o que achou do artigo, o que aprendeu com ele e com as dicas apresentadas por nós. Vamos adorar ler e responder cada comentário feito por vocês, Caçadores de Imagens. Beijos do Casal e até o próximo artigo!

2 Comentários

  1. Cristiane Machado

    Amei o artigo, clareou bastante minhas ideias.
    Me impulsionou!

    Responder
    • O Casal da Foto

      Olá Cristiane!

      Que bom que gostou!
      Ficamos muito felizes com cada elogio que recebemos aqui!
      Em breve iremos abrir um Workshop Online de Fotografia.

      Volte mais vezes! Um grande abraço! 🙂

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Casal

O Casal

Ela é de Brasília. Ele, de Belo Horizonte. Ela tem formação artística baseada em pintura e literatura. Ele já foi criado na música e no cinema. Ela gosta de MPB. Ele gosta de Jazz. Mas foi na fotografia que ambos se encontraram.

Especialistas em docência fotográfica, colecionam 14 anos de experiência em ensino artístico. Juntos são O Casal da Foto, uma dupla inseparável, ávidos por ensinar tudo o que aprenderam ao longo de suas carreiras e transformar a forma de se lecionar e aprender fotografia.