Fotografia: Quanto Cobrar?

por | out 10, 2017 | Fotografia, Profissão Fotógrafo

Uma das perguntas que mais recebemos é: quanto cobrar? Buscando ajudá-los no desenvolvimento de um bom orçamento, tendo como base seus custos de vida e de produção fotográfica, resolvemos compartilhar com vocês um cálculo inicial para quem trabalha com fotografia de forma autônoma e não sabe como começar. Lembrando que é um cálculo inicial, não é a única forma de se criar um orçamento fotográfico. O valor que você encontrar com esse cálculo é o valor mínimo para que você consiga viver de fotografia de forma lucrativa, mas o quanto você vai realmente cobrar, será uma escolha sua. Para definirmos o valor final de uma fotografia, devemos pensar sobre o tempo gasto em nossa produção, sobre os gastos com os materiais utilizados e sobre os nossos gastos fixos para se viver de fotografia. É importante que o valor de venda final cubra todos os seus gastos com a produção; equipamentos; transporte; comissões de bancos, galerias ou demais terceiros; infra-estrutura e outros pontos que estejam na produção. O maior erro de todo iniciante é pensar que tudo que ele ganha em uma prestação de serviço de fotografia é lucro. Esse erro é perfeitamente normal, pois os custos de um serviço não são óbvios como os custos de um produto. Um fotógrafo pode cobrar R$900 em um casamento e achar que está ganhando R$900 de lucro, mas não é assim que funciona, se você não colocar no papel todos os gastos, você tem grandes chances de sair no prejuízo. 1. CUSTOS COM PRODUÇÃO O que você gastou para produzir a sua fotografia ou o seu álbum fotográfico? Os custos serão, por exemplo, a impressão e confecção do álbum ou a impressão em papel fotográfico, o pagamento do figurino do modelo, a maquiagem e o cabelo, o pagamento da locação, entre outros. Toda produção fotográfica gera custos e você deve incluí-los aqui. Por exemplo: R$650 (álbum fotográfico) + R$70 (maleta) + R$150 (gastos com produção – figurino, maquiagem, locação) = R$870,00 2. DESPESAS PESSOAIS E PROFISSIONAIS Aqui você vai somar os seus gastos fixos com aluguel, luz, água, hora de trabalho, assistente e outras despesas fixas para manter o seu espaço de trabalho (seja ele um home office ou uma loja), gastos com programas de edição, gastos com educação fotográfica, entre outros e irá dividir pelo tempo gasto na prestação de serviços. CALCULE PRIMEIRO SEUS GASTOS MENSAIS: Por exemplo: R$100 (custo de manutenção do escritório ou estúdio) + R$60 (taxas com contador e impostos sendo MEI) + R$70 (programas e planos de assinatura como Creative Cloud de fotografia) + R$200 (educação fotográfica, workshops, etc) + R$ 500 (aluguel ou parcela do imóvel, condomínio)  + R$45 (água) + R$60 (luz) + R$120 (telefone e internet) + R$90 (celular) + R$600 (compras do mês) + R$340 (gastos com filhos ou animais de estimação) + R$120 (transporte) + R$200 (luxos – cinema, restaurante, etc) + outros (coloque todos os seus gastos, como plano de saúde) = R$2505,00 CALCULE OS DIAS GASTOS COM PRODUÇÃO: Por exemplo: 4 dias de produção fotográfica + 4 dias de edição fotográfica + 2 dias para ir imprimir e buscar o material na gráfica = 10 dias TOTAL = GASTOS MENSAIS ÷ DIAS DE PRODUÇÃO 1875,00 ÷ 10 = R$250,50 3. MÃO DE OBRA Para estabelecer o valor de sua mão de obra, você deve estabelecer o valor de sua hora de trabalho. A hora de trabalho do fotógrafo iniciante varia entre R$40 e R$80. Então, fazendo uma simulação, vamos supor que o valor de sua hora de trabalho seja de R$40 e você trabalhou por 5 horas seguidas, multiplicando R$40 por 5 horas, o custo da sua mão de obra será de R$200,00. Por exemplo: R$40 (hora de trabalho) X 5 (horas trabalhas) = R$200,00 4. LUCRO E VALOR DE VENDA Todo investimento deve ter um retorno e esse retorno se chama ROI (Retorno sobre Investimento), ou seja, o retorno que o fotógrafo terá com a venda de seu trabalho. O interessante do ROI é que ele traz uma reflexão para o fotógrafo sobre o valor do seu trabalho. Já descobrimos o custo de produção e as despesas que temos para a produção de nossa fotografia, agora precisamos saber por quanto vender o seu trabalho, pois você já sabe seus gastos com despesas + custos + mão de obra. Existem muitas variáveis subjetivas para se estabelecer o valor de uma fotografia. A fotografia, diferente dos produtos manufaturados, têm um valor intrínseco de difícil cálculo matemático lógico. Mas o mais sensato é triplicar o valor. Por exemplo: R$ 1320,50 (despesas + custos + mão de obra) x 3 (ROI) = R$3961,50 (valor final de venda) Viu como é fácil? Essa é a única forma de calcular meu preço? Não, aqui é apenas uma sugestão d’O Casal da Foto, mas se você sabe o quanto gasta mensalmente, você pode criar a sua própria fórmula. Mas seja qual for a fórmula criada por você para desenvolver o seu orçamento, não se esqueça de que a criação de uma planilha será sempre muito importante. Se você não se organiza, se não sabe o quanto gasta para sobreviver, você pode cair numa armadilha: pagar para trabalhar. Por isso, se organize, se planeje, siga em frente e seja feliz!

3 Comentários

  1. Igor Medeiros

    Vocês tem alguma dica de planilha? Não só de custos, mas uma planilha de organização de clientes, com telefones, valores, tipo de ensaio?

    Responder
  2. O Casal da Foto

    Olá Igor,

    Ainda não temos, mas vamos colocar em nossa pauta para produção. Um grande abraço! 🙂

    Responder
  3. Adolfo Usier

    Olá Casal da foto, conheci o vosso site hoje e estou adorando!

    Sou fotógrafo profissional e fiquei curioso relativamente à este artigo e achei super interessante e correto. Muito obrigado pelas duas dicas e partilha com a comunidade, votos de muito sucesso!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Como não enlouquecer com TANTOS arquivos fotográficos!?!?!?
    fevereiro 15, 2018
  • Carnaval para Fotógrafos!
    fevereiro 12, 2018
  • Brownie: a primeira câmera para crianças
    janeiro 14, 2018
  • cameras antigas como fotografar cameras analógicas
    Como fotografar: Câmeras Analógicas
    dezembro 29, 2017
  • Qual o seu propósito com a fotografia?
    outubro 30, 2017
  • Fotografia: Quanto Cobrar?
    outubro 11, 2017
  • 300 Frases Inspiradoras Sobre Fotografia
    outubro 3, 2017
  • camera profissional para iniciantes capa
    Qual Câmera Comprar?
    agosto 26, 2017
  • Eiji Ohashi, paisagens Japão Vending Machines
    As paisagens noturnas do Japão por Eiji Ohashi
    agosto 23, 2017
  • Fotografia de Jenifer Bin, Xangai China
    Jenifer Bin e sua visão surreal, futurista e geométrica da China
    agosto 23, 2017
  • Fotografia de Masayoshi Naito, Japão
    Masayoshi Naitō: O mistério e a contemporaneidade urbana do Japão
    agosto 23, 2017
  • Willy Capa
    Willy Spiller e o caos do metrô de Nova Iorque nos anos 70
    agosto 22, 2017
O Casal

O Casal

Ela é de Brasília. Ele, de Belo Horizonte. Ela tem formação artística baseada em pintura e literatura. Ele já foi criado na música e no cinema. Ela gosta de MPB. Ele gosta de Jazz. Mas foi na fotografia que ambos se encontraram.

Especialistas em docência fotográfica, colecionam 14 anos de experiência em ensino artístico. Juntos são O Casal da Foto, uma dupla inseparável, ávidos por ensinar tudo o que aprenderam ao longo de suas carreiras e transformar a forma de se lecionar e aprender fotografia.

Dicas de Fotografia no Youtube

3º WORKSHOP DE FOTOGRAFIA GRATUITO!
CAÇADORES DE IMAGENS
[de 22 de fevereiro a 05 de março]

Que tal aprender como estar pronto para criar as melhores fotos, encontrar as melhores oportunidades e mudar sua carreira vivendo de fotografia?

INSCREVA-SE GRÁTIS AGORA!
QUERO PARTICIPAR DO WORKSHOP

SEJA O PRIMEIRO A SABER DO LANÇAMENTO DO CURSO!

 

Inscreva-se e lhe informaremos assim que o curso estiver disponível!

Sua inscrição foi realizada. Por favor confirme sua inscrição no email que enviaremos em alguns minutos!

EBOOK GRÁTIS SOBRE A CARREIRA DE FOTÓGRAFO

Sua inscrição foi realizada. Por favor confirme sua inscrição no email que enviaremos em alguns minutos!