Fotografia: Quanto Cobrar?

por | out 10, 2017 | Fotografia, Profissão Fotógrafo

Uma das perguntas que mais recebemos é: quanto cobrar? Buscando ajudá-los no desenvolvimento de um bom orçamento, tendo como base seus custos de vida e de produção fotográfica, resolvemos compartilhar com vocês um cálculo inicial para quem trabalha com fotografia de forma autônoma e não sabe como começar.Lembrando que é um cálculo inicial, não é a única forma de se criar um orçamento fotográfico. O valor que você encontrar com esse cálculo é o valor mínimo para que você consiga viver de fotografia de forma lucrativa, mas o quanto você vai realmente cobrar, será uma escolha sua.Para definirmos o valor final de uma fotografia, devemos pensar sobre o tempo gasto em nossa produção, sobre os gastos com os materiais utilizados e sobre os nossos gastos fixos para se viver de fotografia.É importante que o valor de venda final cubra todos os seus gastos com a produção; equipamentos; transporte; comissões de bancos, galerias ou demais terceiros; infra-estrutura e outros pontos que estejam na produção.O maior erro de todo iniciante é pensar que tudo que ele ganha em uma prestação de serviço de fotografia é lucro. Esse erro é perfeitamente normal, pois os custos de um serviço não são óbvios como os custos de um produto. Um fotógrafo pode cobrar R$900 em um casamento e achar que está ganhando R$900 de lucro, mas não é assim que funciona, se você não colocar no papel todos os gastos, você tem grandes chances de sair no prejuízo.1. CUSTOS COM PRODUÇÃOO que você gastou para produzir a sua fotografia ou o seu álbum fotográfico? Os custos serão, por exemplo, a impressão e confecção do álbum ou a impressão em papel fotográfico, o pagamento do figurino do modelo, a maquiagem e o cabelo, o pagamento da locação, entre outros. Toda produção fotográfica gera custos e você deve incluí-los aqui.Por exemplo: R$650 (álbum fotográfico) + R$70 (maleta) + R$150 (gastos com produção – figurino, maquiagem, locação) = R$870,002. DESPESAS PESSOAIS E PROFISSIONAISAqui você vai somar os seus gastos fixos com aluguel, luz, água, hora de trabalho, assistente e outras despesas fixas para manter o seu espaço de trabalho (seja ele um home office ou uma loja), gastos com programas de edição, gastos com educação fotográfica, entre outros e irá dividir pelo tempo gasto na prestação de serviços.CALCULE PRIMEIRO SEUS GASTOS MENSAIS:Por exemplo: R$100 (custo de manutenção do escritório ou estúdio) + R$60 (taxas com contador e impostos sendo MEI) + R$70 (programas e planos de assinatura como Creative Cloud de fotografia) + R$200 (educação fotográfica, workshops, etc) + R$ 500 (aluguel ou parcela do imóvel, condomínio)  + R$45 (água) + R$60 (luz) + R$120 (telefone e internet) + R$90 (celular) + R$600 (compras do mês) + R$340 (gastos com filhos ou animais de estimação) + R$120 (transporte) + R$200 (luxos – cinema, restaurante, etc) + outros (coloque todos os seus gastos, como plano de saúde) = R$2505,00CALCULE OS DIAS GASTOS COM PRODUÇÃO:Por exemplo: 4 dias de produção fotográfica + 4 dias de edição fotográfica + 2 dias para ir imprimir e buscar o material na gráfica = 10 diasTOTAL = GASTOS MENSAIS ÷ DIAS DE PRODUÇÃO1875,00 ÷ 10 = R$250,503. MÃO DE OBRAPara estabelecer o valor de sua mão de obra, você deve estabelecer o valor de sua hora de trabalho. A hora de trabalho do fotógrafo iniciante varia entre R$40 e R$80. Então, fazendo uma simulação, vamos supor que o valor de sua hora de trabalho seja de R$40 e você trabalhou por 5 horas seguidas, multiplicando R$40 por 5 horas, o custo da sua mão de obra será de R$200,00.Por exemplo: R$40 (hora de trabalho) X 5 (horas trabalhas) = R$200,004. LUCRO E VALOR DE VENDATodo investimento deve ter um retorno e esse retorno se chama ROI (Retorno sobre Investimento), ou seja, o retorno que o fotógrafo terá com a venda de seu trabalho. O interessante do ROI é que ele traz uma reflexão para o fotógrafo sobre o valor do seu trabalho.Já descobrimos o custo de produção e as despesas que temos para a produção de nossa fotografia, agora precisamos saber por quanto vender o seu trabalho, pois você já sabe seus gastos com despesas + custos + mão de obra.Existem muitas variáveis subjetivas para se estabelecer o valor de uma fotografia. A fotografia, diferente dos produtos manufaturados, têm um valor intrínseco de difícil cálculo matemático lógico. Mas o mais sensato é triplicar o valor.Por exemplo: R$ 1320,50 (despesas + custos + mão de obra) x 3 (ROI) = R$3961,50 (valor final de venda)Viu como é fácil?Essa é a única forma de calcular meu preço? Não, aqui é apenas uma sugestão d’O Casal da Foto, mas se você sabe o quanto gasta mensalmente, você pode criar a sua própria fórmula.Mas seja qual for a fórmula criada por você para desenvolver o seu orçamento, não se esqueça de que a criação de uma planilha será sempre muito importante.Se você não se organiza, se não sabe o quanto gasta para sobreviver, você pode cair numa armadilha: pagar para trabalhar.Por isso, se organize, se planeje, siga em frente e seja feliz!

8 Comentários

  1. Igor Medeiros

    Vocês tem alguma dica de planilha? Não só de custos, mas uma planilha de organização de clientes, com telefones, valores, tipo de ensaio?

    Responder
  2. O Casal da Foto

    Olá Igor,

    Ainda não temos, mas vamos colocar em nossa pauta para produção. Um grande abraço! 🙂

    Responder
  3. Adolfo Usier

    Olá Casal da foto, conheci o vosso site hoje e estou adorando!

    Sou fotógrafo profissional e fiquei curioso relativamente à este artigo e achei super interessante e correto. Muito obrigado pelas duas dicas e partilha com a comunidade, votos de muito sucesso!

    Responder
    • O Casal da Foto

      Olá Adolfo, tudo jóia?

      Ficamos felizes com os elogios! Qual área da fotografia você atua?
      Qual artigo ou dica de fotografia você gostaria de ver aqui em nosso blog?

      Um grande abraço! 🙂

      Responder
  4. Thiago

    Muita informação bacana, tudo explicadinho nos mínimos detalhes. Parabéns Casal!

    Responder
    • O Casal da Foto

      Olá Thiago!

      Obrigado!!! Aparece mais por aqui, grande abraço! 🙂

      Responder
  5. Isabela

    Incrivelmente perfeito. Obrigada pelas dicas.

    Responder
    • O Casal da Foto

      Olá Isabela!

      Que bom que gostou! Ficamos felizes com seu elogio!

      Um forte abraço! 🙂

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Casal

O Casal

Ela é de Brasília. Ele, de Belo Horizonte. Ela tem formação artística baseada em pintura e literatura. Ele já foi criado na música e no cinema. Ela gosta de MPB. Ele gosta de Jazz. Mas foi na fotografia que ambos se encontraram.

Especialistas em docência fotográfica, colecionam 14 anos de experiência em ensino artístico. Juntos são O Casal da Foto, uma dupla inseparável, ávidos por ensinar tudo o que aprenderam ao longo de suas carreiras e transformar a forma de se lecionar e aprender fotografia.