28 dicas de fotografia para iniciantes

por | mar 24, 2021 | Dicas de Fotografia, Fotografia

Sempre que pensamos em uma dica de fotografia que seja útil, sempre a anotamos para escrever um artigo mais tarde. A maioria das dicas é “esquecível”, mas algumas são tão úteis que tentamos contá-las ao maior número possível de fotógrafos.

Este artigo contém 28 das melhores dicas para fotógrafos iniciantes. Essas pequenas dicas de fotografia são fáceis de entender, cobrindo tudo, desde a parte técnica dafotografia até aparte artística. Se você está aprendendo fotografia, essas dicas devem ser especialmente úteis para você ao longo da sua trajetória fotográfica.

Agora vamos dar uma olhada em nossas dicas de fotografia para iniciantes!

DICA 01: Melhore a sua composição

Para tirar fotos envolventes, você precisa estar envolvido com o que está fazendo. Não voe apenas no piloto automático. Em vez disso, pense em sua composição e tente tornar suas fotos as melhores possíveis.

Isso começa com o conhecimento básico de como compor boas fotos.Não corte partes importantes do seu assunto com a borda do quadro fotográfico. Mantenha seus horizontes nivelados e tente eliminar qualquer distração em sua foto ajustando sua composição.Veja se sua foto tem equilíbrio e simplicidade. E se a foto não parecer boa na primeira tentativa, continue experimentando até acertar.

DICA 02: Use a câmera que você já possui

O equipamento fotográfico não é tão importante. Hoje existem inúmeras câmeras, lentes e outros acessórios no mercado. Passamos muito tempo revisando-os, e é verdade que alguns são melhores do que outros (ou mais adequados para um determinado trabalho). Mas depois de testá-los o suficiente, a verdade é que quase tudo hoje é excelente. As diferenças são quase sempre muito pequenas.

Portanto, use a câmera que você já tem e não olhe para trás. Em quase todos os sentidos, as DSLRs básicas de hoje são melhores do que as SLRs de filme top de linha já foram. No entanto, de alguma forma, esses fotógrafos de filme conseguiram capturar fotos lindas e icônicas que ainda hoje são ótimas.

Muito mais importante que equipamento fotográfico, são suas habilidades criativas e conhecimento das configurações da câmera. Concentre seus esforços nisso, não em colecionar equipamentos fotográficos.

DICA 03: Saiba quais configurações são importantes

Existem muitas configurações de câmera e é preciso prática para acertá-las, especialmente para um iniciante. Mesmo os fotógrafos mais avançados não farão tudo perfeitamente. Mas vale a pena aprender como configurar sua câmera corretamente e quais configurações de câmera são mais importantes, para que você tenha maior chance de tirar as fotos que quiser.

Primeiro, tente praticar com modos de câmera diferentes do modo automático. Você não aprenderá nada se sua câmera estiver tomando todas as decisões por você. Pode ser confuso no início, mas esperamos que nossos artigos sobre ABERTURA, VELOCIDADE DO OBTURADOR e ISO lhe ofereçam uma boa ajuda. Essas são as três configurações mais importantes em toda a fotografia.

Além da abertura, velocidade do obturador e ISO, aprenda como focar corretamente praticando com os diferentes modos de foco automático. Você provavelmente vai preferir o foco automático de servo único (também conhecido como One-Shot AF) para assuntos estáticos e o foco automático de servo contínuo (também conhecido como AI Servo) para assuntos em movimento. Não use o foco manual, a menos que esteja tão escuro que o foco automático não esteja funcionando.

Por último, tire fotos em RAW se quiser editar suas fotos ou se achar que há alguma chance de editá-las no futuro. JPEGs ficam bem fora da câmera, mas os arquivos têm muito menos latitude para pós-processamento. (Se você não tiver certeza, fotografe com RAW + JPEG e guarde os RAWs para mais tarde.)Consulte RAW vs JPEG para obter mais informações.

DICA 04: EVITE A SUPEREXPOSIÇÃO DOS REALCES

Ao escolher as configurações da câmera, é fundamental evitar a superexposição dos realces em uma foto. A razão? É simplesmente impossível recuperar qualquer detalhe das áreas brancas de uma foto. Pessoalmente, preferimos que o céu em nossas fotos tenha uma boa textura e cor, em vez de ser apenas uma mancha grande e sem características, e apostamos que você também.

É muito fácil manter seus destaques intactos. Mas é aqui que a velocidade do obturador, a abertura e o ISO são tão importantes. Essas são as únicas configurações da câmera que afetam diretamente o brilho de uma foto (ignorando as configurações do flash, é claro). Até mesmo a compensação de exposição – uma configuração importante- altera uma ou mais dessas três variáveis.

Ao tirar fotos, observe a tela da câmera para ver se há superexposição. Se houver, a primeira coisa que você deve fazer é diminuir o seu ISO para o valor base (geralmente ISO 100). Se já tiver alterado, use uma velocidade de obturador mais rápida. Isso resolverá o problema. Quanto à abertura, certifique-se de que não está definida para um valor absurdo (f/32, f/45, etc) e é provável que sua fotografia fiquesatisfatória.

DICA 05: PRESTE ATENÇÃO À LUZ

Provavelmente, a parte mais importante da fotografia é a luz. Se você tirar uma foto com boa iluminação, terá dado um grande passo para obter uma boa foto. Mas o que conta como boa luz?

Frequentemente, o objetivo aqui é equilibrar a intensidade da luz entre o assunto e o fundo. Mesmo se você estiver fotografando um pôr do sol incrível, a foto pode ser arruinada por um primeiro plano totalmente escuro e com silhueta.

A maneira mais fácil de resolver isso é prestar atenção na direção e na suavidade da luz. Se a luz for muito forte, você poderá obter sombras ruins, o que pode ser um problema, especialmente para os retratos. Se a luz está vindo de um ângulo desfavorável, veja o que você pode fazer para mover a fonte de luz (em um estúdio) ou mover o assunto (ao ar livre) – ou esperar até que a luz esteja melhor (fotografia de paisagem).

A maneira mais fácil de se conseguir fotos sem graça e descoloridas é fotografando em ambientes sem luz suficiente.

DICA 06: SEM PRESSA

É fácil cometer erros na fotografia se você não for cuidadoso. A melhor maneira de contornar isso é desacelerar e levar o tempo que for possível para tirar uma foto, especialmente quando você está começando a aprender fotografia.

Primeiro, verifique novamente as configurações da câmera. Se você está tirando fotos ao ar livre em um dia ensolarado, mas está usando as configurações da noite anterior para fotografar a lua, algo está muito errado. Diminua a velocidade e reserve um tempo para acertar.

Mantenha a mesma mentalidade para todas as outras decisões importantes. A sua composição é a melhor possível? Você fez o foco no lugar certo? Você fez todo o possível para melhorar as condições de iluminação?

E não dê ouvidos às pessoas que lhe dizem para evitar de olhar o LCD da câmera. Claro, é uma má ideia revisar fotos quando algo incrível está acontecendo na sua frente, mas você quase sempre terá algum tempo de inatividade entre as fotos. Descubra os problemas com uma imagem durante a produção – não quando for revisá-las em seu computador.

DICA 07: MOVA SEUS PÉS

É fácil ficar preso em um só lugar enquanto você está tirando fotos. Não caia nessa armadilha. Em vez disso, mova os pés (ou o tripé) o máximo possível.

Suba no topo das coisas, mude a altura de sua câmera, ande para frente e para trás, faça o que você precisa fazer – mas continue se movimentando.Se você tirar uma dúzia de fotos na mesma altura, voltadas para a mesma direção, sem mover os pés ou o tripé, adivinhe? Elas não serão muito diferentes. Se todo o seu portfólio for tirado da mesma altura e sem qualquer experimentação, você estará perdendo ótimas fotos.

Mover-se é a única maneira de alterar os tamanhos e posições dos objetos em sua foto. Não gosta que seu assunto seja muito grande e a paisagem de fundo muito pequena? Afaste-se e aumente o zoom. Quer tirar uma pedra do seu quadro que parece perturbadora? Mova-se até que ela esteja fora de sua composição ou pequena demais para ser um incômodo.

DICA 08: SAIBA QUANDO USAR UM TRIPÉ

Os tripés são uma das maiores invenções da fotografia. Quase eliminam um dos problemas mais complicados que existe – a falta de luz.

Com tripés, você pode fazer exposições de vários minutos e capturar detalhes tão escuros que são invisíveis ao olho humano. Mesmo em uma cena mais clara, os tripés melhoram a estabilidade da composição e ajudam a tirar fotos mais nítidas.

Então, quando você deve usar um tripé? Quase sempre que o seu assunto estiver parado. Isso significa que fotógrafos de paisagens, fotógrafos de arquitetura e fotógrafos de natureza morta devem ter uma boa desculpa se não estiverem usando um tripé.

A fotografia de eventos e de ação são um pouco diferentes porque um tripé pode atrasar o fotógrafo. O mesmo se aplica à fotografia de viagens; por mais que você queira levar um tripé, pode não valer a pena o incômodo. Mas saiba que você estará perdendo boas fotos sempre que deixar seu tripé em casa.

DICA 09: SAIBA QUANDO USAR UM FLASH

Flashes não são feitos apenas para ambientes escuros.Não nos entenda mal – eles são ótimos se você precisar de luz extra. Pegue um flash externo, incline-o para o teto e use uma lente relativamente longa (50 mm ou mais). Todos que você conhece ficarão surpresos com a qualidade das fotos do seu evento. É a maneira mais fácil de obter bons resultados sem realmente saber o que você está fazendo.Mas os flashes também são úteis em ambientes externos, mesmo no meio do dia. Se você já ouviu falar de “flash de preenchimento”, saiba que é por ele ser muito importante. Você pode preencher sombras feias em seu assunto apenas usando um flash suave – e a maioria das pessoas que olharem para a foto nem será capaz de dizer que você utilizou flash.

DICA 10: LIMPE A LENTE DA CÂMERA

Já vimos muitas pessoas andando por aí com o elemento frontal da lente da câmera sujo, empoeirado e manchado. Essa é a maneira mais fácil de obter fotos borradas.

Claro, um pouco de poeira não fará mal; nem mesmo será visível em uma imagem. Existem pequenas partículas de poeira dentro de uma lenteque são impossíveis de limpar sem desmontar a lente – e elas não têm nenhum impacto na foto.

Mas estamos falando sobre lentes que nunca foram limpas, com sujeira e impressões digitais que não são removidas há anos. Faça um favor a si mesmo e compre um pano de microfibra e uma solução para limpeza de lentes. Leve esse kit de limpeza por onde for e use-o pelo menos uma vez por semana.

DICA 11: NÃO USE UM FILTRO DE PROTEÇÃO

A segunda maneira mais fácil de obter fotos borradasé usando um filtro de proteção barato na frente da lente. Nós não usamos filtro de proteção transparente em nossas lentes, exceto em ambientes onde também precisamos de óculos de proteção.

DICA 12: APRENDA PÓS-PROCESSAMENTO BÁSICO

O pós-processamento não está no topo da lista de prioridades de um fotógrafo, mas deveria estar. Às vezes, com um pós-processamento correto, uma boa foto pode se transformar em algo verdadeiramente excepcional.É fácil exagerar no pós-processamento, então o mais importante é garantir que nenhuma de suas edições seja permanente (também conhecida como “edição destrutiva”). Use o comando SALVAR para preservar seus arquivos originais ou, melhor ainda, edite em um software que armazene suas edições em um arquivo separado em vez de salvá-las em sua imagem.

O pós-processamento trata de transmitir um clima e orientar o olhar do visualizador em uma imagem. Você ficará cada vez melhor com o tempo. Nossa principal recomendação? Seja sutil. Você não vai querer que suas fotos pareçam superprocessadas.

DICA 13: FAÇA BACKUP DE SUAS FOTOS

Quase todo fotógrafo que conhecemos, inclusive nós, já perdeu algumas fotos importantes pelo menos uma vez na vida. Não deixe isso acontecer com você.Para começar, mantenha um backup de cada uma de suas fotos. Suas fotos nunca devem ser armazenadas em apenas um HD, porque, eventualmente, o HD irá quebrar. Não é uma questão de se, mas de quando.

O ideal é que você tenha pelo menos três cópias de todas as suas fotos. Isso deve incluir pelo menos dois tipos de mídia diferentes, como um disco rígido interno e um meio de armazenamento removível. E pelo menos um dos backups deve ser armazenado externamente. Isso é conhecido como regra 3-2-1. É a melhor maneira de evitar a perda de qualquer uma de suas fotos.

Pessoalmente falando, nossas fotos são nossos pertences mais importantes e não queremos perdê-las, aconteça o que acontecer. Nosso disco rígido tem backup online em tempo real e também temos vários discos rígidos externos com backups completos. É um exagero, mas esse é o ponto.

DICA 14: ORGANIZE-SE

Quer você seja uma pessoa organizada ou confusa, é muito importante que suas fotos sejam fáceis de encontrar. Não se trata apenas de acelerar seu fluxo de trabalho; se você não se lembra de como organizou seu disco rígido, pode acabar apagando uma pasta que contém imagens importantes sem perceber.

Nosso método é simplesmente criar uma nova pasta de imagens para cada ano e, em seguida, dividir cada ano por meses (denominada “01 de janeiro”, “02 de fevereiro” e assim por diante, em ordem alfabética). Dessa forma, podemos encontrar imagens de um determinado local ou destinadas a um determinado projeto.Mas este é apenas um dos muitos métodos possíveis. Alguns fotógrafos preferem organizar suas fotos por ano e depois dividir cada ano por eventos específicos, em vez de meses. O método exato não importa; use aquiloque você se sente confortável. Mas certifique-se de começar com bons hábitos logo cedo, ou você acabará se deparando com uma série de problemas.

DICA 15: TENTE ALGO NOVO

Quanto mais você experimenta a fotografia, mais interessante ela se torna. É fácil cair na rotina e tirar fotos semelhantes repetidamente, e não há nada de errado com isso, mas também é importante tentar algo novo de vez em quando.

Faça uma foto macroou teste algumas novas técnicas de iluminação. Mude para um estilo de pós-processamento diferente. Seja espontâneo e dirija até um local que você nunca fotografou antes. Existem tantas maneiras de tentar algo novo na fotografia, e você não se arrependerá se o fizer. Normalmente, você descobrirá algo – uma nova técnica ou uma preferência pessoal – e poderá trazê-las para a sua fotografia normal e obter bons e novos resultados.

DICA 16: CONHEÇA OUTROS FOTÓGRAFOS

Conhecer outros fotógrafos é uma das melhores maneiras de continuar aprendendo e melhorando, seja para se inspirar ou para obter conselhos.

Você ficaria surpreso com o quanto as pessoas gostam de compartilhar suas dicas e técnicas com outros fotógrafos. Você raramente encontrará segredo ou desdém; até o grande Ansel Adams escreveu vários livros explicando suas técnicas fotográficas.

Se você é o tipo de pessoa que prefere o aprendizado autoguiado em fotografia, isso ainda se aplica. Faça perguntas em fóruns on-line, envie e-mails para fotógrafos cujo trabalho você admira. Não importa o que aconteça, não pare de aprender. Sempre há mais para aprender!

DICA 17: CORRIJA SEUS PONTOS FRACOS

Se você ainda está tentando entender a VELOCIDADE DO OBTURADOR, a ABERTURA e o ISO, pode ser tentador voltar ao modo Automático em vez de praticar o que você não entende. Isso é um grande erro!

Se você está tentando aprender pós-processamento, mas seu software é confuso, pode ser tentador tirar todas as suas fotos em JPEG para tirar algo bom da câmera. Mas – você adivinhou – esse é outro grande erro!

Não contorne seus pontos fracos. Conserte-os. A melhor maneira de melhorar suas fotos é analisar o que você ainda não entende e, em seguida, gastar o tempo necessário para aprender. Isso se aplica principalmente aos fotógrafos iniciantes, que naturalmente têm muito a aprender, mas mesmo os especialistas fariam bem em seguir este conselho.

DICA 18: OLHE PARA SUAS FOTOS ANTIGAS

Eu percebi que muitos fotógrafos têm a tendência de tirar fotos, escolher as melhores em uma sessão e raramente ou nunca retornar para apreciar as outras. Mas há muitos motivos pelos quais suas fotos antigas e não utilizadas são algumas das mais valiosas em seu portfólio.

Primeiro, elas lhes ajudam a corrigir seus pontos fracos. Pergunte-sepor que suas fotos ruins são ruins? Talvez você tenda a focar incorretamente, expor muito escuro ou muito claro, compor de maneira desajeitada e assim por diante. Todas essas informações são muito úteis, pois ajudam a resolver o problema da próxima vez.

Além disso, você pode encontrar uma foto antiga muito boa – mas que de alguma forma você não percebeu na primeira vez que a viu. Isso acontece com a gente de vez em quando e parece ouro, é impressionante!

DICA 19: DIVIRTA-SE!

A fotografia deveria ser divertida. Até mesmo os fotógrafos profissionais escolheram esta carreira, quase sem exceção, porque gostam de fotografia. Não deixe essa faísca morrer.

Parte disso se deve a tentar algo novo, conforme mencionado anteriormente – e também continuar a aprender novas habilidades. Mas também se trata de não levar a fotografia muito a sério, ou ficar preso no equipamento da câmera às custas da própria fotografia.

Nós vemos muitas pessoas online entrarem em debates acalorados sobre a escolha de marca de câmera, ou por conta de uma crítica boa, má que vêem de outra pessoa na internet. Quem se importa? Tudo isso está contribuindo exatamente para o que você está tentando evitar – fazer da fotografia apenas mais um aborrecimento em sua vida, não uma fonte de felicidade ou alegria.

Em vez disso, pense por que você gosta de tirar fotos. É significativo; é uma maneira de ver paisagens incríveis e conhecer pessoas brilhantes e criativas. Sem surpresa, os melhores fotógrafos que conhecemos são sempre os que mais se divertem com a fotografia.

DICA 20: FOTOGRAFE MUITO E PRATIQUE

Pratique, pratique, pratique. É uma dica que o deixará à frente em qualquer habilidade, não apenas na fotografia.As câmeras são complicadas. O mesmo ocorre com o software de pós-processamento e (talvez especialmente) com o lado criativo da fotografia.

Quanto mais você experimentar e quanto mais fotos tirar, melhores serão as suas fotos. Não se trata apenas da qualidade – é também uma questão de quantidade.Isso não quer dizer que suas primeiras fotos sempre serão ruins. A famosa citação de Henri Cartier-Bresson, “Suas primeiras 10.000 fotografias são as piores”, é um pouco dramática. Mas nós temos que admitir que há alguma verdade nisso.

Você pode tirar ótimas fotos quando está começando, mas isso requer um pouco de sorte. Você continuará a melhorar à medida que tirar mais fotos.Resumindo, quanto mais tempo você gasta com a fotografia, mais fácil será tirar as fotos que você tem em mente.

Esse é o objetivo final de tudo isso – conseguir traduzir a imagem que está em sua cabeça e as emoções que você sente em uma fotografia, fazendo com que outras pessoas experimentem a mesma sensação que você experimentou ao fotografar.

DICA 21: FAÇA UMA LISTA DAS FOTOS QUE VOCÊ GOSTARIA DE TIRAR

Para aqueles momentos em que você não pode carregar sua câmera, mantenha um pequeno caderno para anotar os lugares que você gostaria de voltar e fotografar.

Certifique-se de anotar todos os detalhes importantes, como a iluminação, para que você possa voltar na mesma hora do dia ou quando o tempo estiver bom. Se você não quer carregar um notebook, envie um e-mail para si mesmo usando seu celular.

DICA 22: NÃO NEGLIGENCIE ASSUNTOS MUNDANOS PARA A FOTOGRAFIA

Você pode não ver nada interessante para fotografar na sua sala de estar ou no seu quintal, mas tente olhar para ambientes familiares com novos olhos.

Você pode captar um truque interessante da luz ou encontrar algumas flores silvestres inesperadas em seu quintal. Frequentemente, um simples assunto faz a melhor foto.

DICA 23: APROVEITE O PROCESSO DE APRENDIZAGEM

A melhor parte de ter um hobby como a fotografia é nunca ficar sem coisas para aprender. A inspiração está ao seu redor. Olhe para tudo com os olhos de um fotógrafo e você verá oportunidades que nunca notou antes.

DICA 24: APROVEITE OS RECURSOS GRATUITOS PARA APRENDER

Navegue pelo Flickr ou sites como o GIMP e aprenda mais!

DICA 25: EXPERIMENTE AS CONFIGURAÇÕES DE SUA CÂMERA

Sua câmera pode ser mais flexível e poderosa do que você imagina. Leia o manual para ajudá-lo a decifrar todos aqueles pequenos símbolos. Conforme você explora, tente fotografar seus objetos com várias configurações para aprender de quais efeitos você gosta. Quando você está olhando suas fotos em um computador, pode verificar os dados EXIF ​​(geralmente nas propriedades do arquivo) para aprender mais.

DICA 26: APRENDA AS REGRAS BÁSICAS

A quantidade de informações sobre fotografia online pode ser esmagadora. Comece com alguns artigos sobre composição. Esteja aberto para o que os fotógrafos mais experientes têm a dizer sobre a técnica. Você precisa conhecer as regras antes de quebrá-las.

DICA 27: TIRE FOTOS REGULARMENTE

Tente fotografar algo todos os dias. Se você não pode fazer isso, certifique-se de tirar um tempo para praticar regularmente, para não se esquecer do que aprendeu.

DICA 28: NÃO TENHA MEDO DE EXPERIMENTAR

Se você estiver usando uma câmera digital, o custo dos erros é gratuito. Enlouqueça fotografando – você pode acabar encontrando um resultado de que goste. Você certamente aprenderá muito com o processo.

Bem, esperamos que você tenha aprendido com essas preciosas dicas para fotógrafos iniciantes.

Gostou do nosso artigo? Deixe um comentário, vamos adorar ler!

Um abraço do casal e até breve!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Casal

O Casal

Ela é de Brasília. Ele, de Belo Horizonte. Ela tem formação artística baseada em pintura e literatura. Ele já foi criado na música e no cinema. Ela gosta de MPB. Ele gosta de Jazz. Mas foi na fotografia que ambos se encontraram.

Especialistas em docência fotográfica, colecionam 17 anos de experiência em ensino artístico. Juntos são O Casal da Foto, uma dupla inseparável, ávidos por ensinar tudo o que aprenderam ao longo de suas carreiras e transformar a forma de se lecionar e aprender fotografia.